O STF julgou procedente a revisão do benefício conhecido por "buraco negro"

A Decisão têm "repercussão geral" servindo para todos os aposentados do mesmo período.

A notícia é muito boa para quem requereu o benefício no período de 05 de outubro de 1988 a 04 de abril de 1991, já que o STF – Supremo Tribunal Federal Decidiu pela procedência da revisão do teto dessas aposentadorias, que tiveram uma limitação, e agora foi considerada incorreta.

É importante que os aposentados que não ajuizaram Ações de Revisões dos benefícios, que o façam, pois só os que procurarem a Justiça terão direito a revisões.

Os pensionistas dos aposentados nessa mesma condição têm direito a requerer a revisão.

As aposentadorias desse período são conhecidas na Justiça como “buraco negro”, que agora foi julgada no STF – Supremo Tribunal Federal, pelo ministro Luís Roberto Barroso.

Portanto, os benefícios concedidos entre a assinatura da Constituição Federal e a edição da Lei nº 8.213/1991 da Previdência Social, e a Decisão está inserida na chamada “repercussão geral”, o que indica que todas as causas com pedidos similares deverão ser julgadas seguindo a Decisão desse processo.

Os aposentados que estão enquadrados neste caso deverão procurar um advogado de sua confiança para providenciar o ajuizamento da competente Ação de Revisão do Benefício.

(Matéria escrita e publicada pelo Advogado Sérgio Marcelino Nóbrega de Castro, com base em notícia da Agência Senado).

Publicado em 16 de Fevereiro de 2017
Confira as vantagens

Juristas cadastrados no Portal Justiça podem ter seu perfil profissional. Com um endereço exclusivo jurista.me/seunome. Seu perfil servirá para você ser encontrado por possíveis clientes através do Portal Justiça. Nele é possível informar suas áreas de atuação, mostrar sua trajetória, adicionar informações de contato e muita coisa ainda está por vir!

Além disso, juristas terão acesso a notificações em Diáros da Justiça sem nenhum custo. Para mais informações clique aqui

Temos muitas novidades ainda por vir, cadastre-se para receber notificações dos nossos lançamentos.

Abaixo um exemplo de como pode ficar seu perfil profissional no portal justiça:

Clique aqui para fazer o seu cadastro