Prisão de traficante de drogas é substituída por proibição de ser visitante no Presídio

Medida Cautelar Alternativa substitui pena de prisão por proibição de visita a presídio.

Alexandre Fermino Moreira foi preso ao tentar entrar no presídio como visitante, levando consigo vinte e seis gramas de maconha. Para se livrar da prisão impetrou um Habeas Corpus no STJ - Superior Tribunal de Justiça, obtendo êxito com a substituição da prisão por uma pena de "proibição de ser visitante em presídio", decisão que foi por maioria.

O paciente no Habeas Corpus tentou entrar no presídio com seis tubos de creme dental, que seriam destinados ao seu tio Dorival dos Santos Batista, com um pouco mais de vinte e seis gramas de maconha no seu interior, tendo sido preso em flagrante delito.

No Auto de Prisão em Flagrante o juiz destaca que a ação Estatal deve ser séria e rigorosa, vejamos:

“Na hipótese se destaca que tal conduta é compatível com o comportamento de quem quando solto volta a delinquir por desacreditar na ação estatal séria e rigorosa, de modo que recomendável a prisão, para, a uma preservar a autoridade da Justiça; a duas, para preservar a sociedade quanto à eventual reiteração na conduta ilícita”.

Ainda assim, foi procedente o mérito do HC, onde a Relatora do processo, ministra Maria Therez de Assis Moura, da Sexta Turma do STJ teve seu voto vencido.

Uma Decisão polêmica até no próprio STJ – Superior Tribunal de Justiça, já que foi por maioria e não por unanimidade.

Difícil será a fiscalização do cumprimento dessa Decisão, pois existem muitos presídios, e como a Decisão pode ser informada a todos os presídios do Brasil?

Para os interessados em maiores detalhes sobre o caso segue o Acórdão:

(Matéria escrita e publicada pelo Advogado Sérgio Marcelino Nóbrega de Castro).

Publicado em 20 de Setembro de 2016
Confira as vantagens

Juristas cadastrados no Portal Justiça podem ter seu perfil profissional. Com um endereço exclusivo jurista.me/seunome. Seu perfil servirá para você ser encontrado por possíveis clientes através do Portal Justiça. Nele é possível informar suas áreas de atuação, mostrar sua trajetória, adicionar informações de contato e muita coisa ainda está por vir!

Além disso, juristas terão acesso a notificações em Diáros da Justiça sem nenhum custo. Para mais informações clique aqui

Temos muitas novidades ainda por vir, cadastre-se para receber notificações dos nossos lançamentos.

Abaixo um exemplo de como pode ficar seu perfil profissional no portal justiça:

Clique aqui para fazer o seu cadastro