23

Perdi meu emprego em decorrência dessa "greve" da PM? Existe responsabilidade de alguém nesse prejuízo ou só eu devo arcar com ele?

0

Perdi meu emprego em decorrência dessa "greve" da PM? Existe responsabilidade de alguém nesse prejuízo ou só eu devo arcar com ele?

Acontece que eu moro longe do meu trabalho e com essa "greve" os ônibus estavam trabalhando em horário reduzido, impossibilitando meu trabalho em horário integral e causando prejuízo ao empregador, o que causou a dispensa.

adicionar um comentário

1 Resposta

20
0

Primeiramente, no ordenamento jurídico brasileiro é necessário que seja provado, através de prova legal, o que a pessoa alega, portanto, no caso apresentado você precisa contratar um advogado da sua confiança e levar as provas de que você foi demitido em razão da greve deflagrada pela Polícia Militar.

Não vislumbro que seja fácil você provar a ligação entre a mencionada greve e a sua demissão, já que seria necessário que o seu empregador declare expressamente que o demitiu em razão dos seus atrasos, no período da greve dos policiais militares, o que será difícil o seu empregador lhe fornecer essa prova.

Contudo, a expectativa de direito existe, no caso através de uma Ação de Reparação de Danos Materiais, Morais e psicológicos, podendo ser em face de o Estado da Paraíba, pois seria o responsável judicialmente no caso, já que não há legitimidade para a PM ser ré numa ação desta natureza jurídica.

Caso tenha interesse em ajuizar uma ação judicial desejo boa sorte.

Espero ter respondido de forma satisfatória. Felicidades.

    6 meses atrás
    adicionar um comentário
    23

    Como responder uma pergunta

    • Não utilize o campo de resposta para retirar dúvidas quanto a perguntas ou fazer alguma observação, caso precise, adicione um comentário à pergunta ou a outras respostas.
    • Tente ser o mais claro possível e detalhe bem sua resposta.
    • Não coloque dados ou pessoais ou material impróprio.
    • No editor de Conteúdo, selecione o texto para adicionar negrito, itálico, sublinhado, criar uma lista, etc.

    Sua Resposta

    Confira as vantagens

    Juristas cadastrados no Portal Justiça podem ter seu perfil profissional. Com um endereço exclusivo jurista.me/seunome. Seu perfil servirá para você ser encontrado por possíveis clientes através do Portal Justiça. Nele é possível informar suas áreas de atuação, mostrar sua trajetória, adicionar informações de contato e muita coisa ainda está por vir!

    Além disso, juristas terão acesso a notificações em Diáros da Justiça sem nenhum custo. Para mais informações clique aqui

    Temos muitas novidades ainda por vir, cadastre-se para receber notificações dos nossos lançamentos.

    Abaixo um exemplo de como pode ficar seu perfil profissional no portal justiça:

    Clique aqui para fazer o seu cadastro