Sérgio Marcelino

Portal Justiça 2020

O ano de 2020 foi atípico, quase nada funcionou direito por conta da pandemia, contudo, ainda assim, o Portal Justiça conseguiu superar o ano com um resultado muito positivo. 

Todos que fazem o Portal Justiça se sentem orgulhosos de trabalharem num portal que, apesar de relativamente novo, já conquistou o perseguido prêmio MASTER ÁGUIA AMERICANA, na categoria, MELHOR SITE JURÍDICO.

O prêmio deveria ter sido entregue em evento nobre no Club Holmes, situado na Avenida Paulista, no mês de junho de 2020, no entanto, em razão da pandemia e dos cancelamentos de viagens aéreas, a data foi prorrogada para o dia da realização de Cerimônia de entrega do prêmio, a qual ocorreu no dia 27 de novembro de 2020.

Esse Prêmio é entregue aos melhores do ano, em diversas categorias, e é realizado pelo INQS - Instituto Nacional de Qualidade Social.  

O Portal Justiça tem diversos conteúdos, notadamente, a INFORMAÇÃO e a INTELIGÊNCIA, sendo dirigidas de várias maneiras, e uma delas é através de jurisprudências bem estruturadas e de fácil acesso, podendo ser copiada em sua totalidade para estudos e trabalhos jurídicos.

Um grande diferencial deste site jurídico é que o usuário, seja ele advogado, juiz, desembargador, procurador, promotor, defensor público, estagiários, estudiosos e qualquer pessoa interessada em buscar informações jurídicas, pode buscá-la gratuitamente, pois só quem paga é o anunciante.

A parte de notícias é atualizada, verdadeira, com fontes fidedignas e escolhidas com  muito respeito ao usuário, onde se verificam veiculações sérias, verdadeiras, sem partidarismos políticos, sem subserviências à quaisquer Poder, e seus registros são catalogados e mantidos à disposição dos usuários, podendo ser utilizadas à qualquer tempo.

O Portal Justiça oferece aos usuários uma Coletânea de Legislações, bem estruturadas, de fácil acesso, podendo ser utilizadas para trabalhos, estudos e operadores do direito que poderão utilizá-las em tempo real nas audiências, palestras e qualquer lugar onde esteja, de forma prática, rápida e eficaz, podendo ser copiada e colada sem qualquer cobrança ou condição.

A parte de artigos os usuários poderão usufruir de conhecimentos acerca de opinião e matéria jurídica que está sempre em consonância com a atualidade e os interesses de pessoas ávidas pelo conhecimento jurídico de uma forma geral.

Os usuários poderão fazer perguntas aos juristas cadastrados no Portal Justiça, podendo obter, gratuitamente, uma opinião séria, sincera e inspirada no conhecimento do jurista que responde à pergunta.

Aos juristas cadastrados a parte das perguntas poderá servir para que o mundo jurídico passe a conhecê-lo, através das respostas que poderão emitir às perguntas encaminhadas ao Portal Justiça.

Um catálogo com o currículo dos juristas cadastrados está à disposição dos usuários em geral, para conhecê-los, ter conhecimento do seus históricos e poder contratá-los pelos contatos colocados pelos próprios juristas à disposição do mundo jurídico.

É importante lembrar que, os juristas têm o espaço reservado para apresentarem suas credenciais, além da história da sua vida profissional, podendo colocar fotos sobre sua carreira jurídica, levando aos usuários em geral seus talentos.

Para responder aos que estão indagando neste momento, quem paga para o Portal Justiça funcionar, já que os usuários têm o direito a utilizar todo o aparato colocado a sua disposição pelo Portal Justiça, gratuitamente?

A resposta é simples, quem paga é o anunciante, como foi dito anteriormente, aquele que tem o interesse em colocar os seus produtos na visão de tantos usuários do mundo jurídico através do Portal Justiça.

Para aqueles que têm interesse em fazer algum tipo de anúncio do seu produto ou da sua imagem, podem enviar email para o : [email protected]

Para se ter uma ideia do poder de divulgação do Portal Justiça, basta saber que um artigo: "O aborto é crime no Brasil?" escrito e publicado no Portal Justiça esteve no primeiro lugar nas buscas do Google, desde maio de 2017 até o ano de 2020, portanto, por 3 (três) anos consecutivos. 

Por outro lado,  tem notícia que foi publicada no Portal Justiça que teve mais de 1,5 milhão de acessos, fato que dá para aquilatar como a publicidade dos anunciantes será eficaz quando levada ao mundo jurídico em geral.

O editor do Portal Justiça é advogado militante há 35 (trinta e cinco) anos, é jornalista e contador, e graduando em Ciências da Computação.

O Portal Justiça se sente muito honrado com a comenda do cobiçadíssimo Prêmio Master Águia Americana, recebido no dia 27 de novembro de 2020, e agradece aos usuários que são os verdadeiros merecedores deste prêmio, já que são eles que fazem o site cada dia mais conhecido, divulgado e acessado.


(Artigo escrito e publicado pelo advogado Sérgio Marcelino Nóbrega de Castro). 

Sérgio Marcelino
Escrito em 14 de abril de 2021, por Sérgio Marcelino Advogado militante há 30 anos, atuando nas áreas cível, família, consumidor, trabalhista e criminal. Recebeu em 2004 a láurea de "melhores da advocacia do Brasil", representando a Paraíba. Em 2010 recebeu o prêmio "Heitor Falcão".

Perguntas Relacionadas

Confira as vantagens

Cadastrados no Portal Justiça podem ter seu perfil profissional. Com um endereço exclusivo jurista.me/seunome. Seu perfil servirá para você ser encontrado por possíveis clientes através do Portal Justiça. Nele é possível informar suas áreas de atuação, mostrar sua trajetória, adicionar informações de contato e muita coisa ainda está por vir!

Para quem não é jurista, pode retirar suas dúvidas com os juristas do Portal Justiça na seção de perguntas.

Além disso, juristas terão acesso a notificações em Diários da Justiça sem nenhum custo. Para mais informações clique aqui

Temos muitas novidades ainda por vir, cadastre-se para receber notificações dos nossos lançamentos.

Abaixo um exemplo de como pode ficar seu perfil profissional no portal justiça:

Clique aqui para fazer o seu cadastro