Sessões das Turmas do TST passam a ser transmitidas ao vivo no YouTube

A iniciativa é mais uma ação do TST para fortalecer a publicidade de seus atos.

11/02/20 - A partir desta quarta-feira (12), os usuários do canal oficial do Tribunal Superior do Trabalho (TST) no YouTube poderão acompanhar ao vivo, as sessões das oito Turmas do Tribunal. A iniciativa é mais uma ação do TST para fortalecer a publicidade de seus atos, a transparência e a participação social, com a utilização de novas tecnologias para estreitar o diálogo do Poder Judiciário com a sociedade.

Com a inclusão das oito Turmas, todos os julgamentos dos órgãos colegiados do TST têm transmissão ao vivo pelo TST Tube. Os vídeos relativos às sessões se encontram na playlist “Sessões de Julgamentos”.

A pauta de sessões para 2020 pode ser consultada aqui

Turmas

O TST possui oito Turmas, cada uma composta de três ministros, com a atribuição de analisar recursos de revista, agravos, agravos de instrumento, agravos regimentais e recursos ordinários em ação cautelar. Das decisões das Turmas, a parte ainda pode, em alguns casos, recorrer à Subseção I Especializada em Dissídios Individuais (SBDI-1). As sessões ordinárias das Turmas ocorrem, em geral, às quartas-feiras, a partir das 9h.

Publicado em 12 de fevereiro de 2020

Perguntas Relacionadas

Confira as vantagens

Cadastrados no Portal Justiça podem ter seu perfil profissional. Com um endereço exclusivo jurista.me/seunome. Seu perfil servirá para você ser encontrado por possíveis clientes através do Portal Justiça. Nele é possível informar suas áreas de atuação, mostrar sua trajetória, adicionar informações de contato e muita coisa ainda está por vir!

Para quem não é jurista, pode retirar suas dúvidas com os juristas do Portal Justiça na seção de perguntas.

Além disso, juristas terão acesso a notificações em Diários da Justiça sem nenhum custo. Para mais informações clique aqui

Temos muitas novidades ainda por vir, cadastre-se para receber notificações dos nossos lançamentos.

Abaixo um exemplo de como pode ficar seu perfil profissional no portal justiça:

Clique aqui para fazer o seu cadastro