Posse no TJRJ conta com a presença da AMB

Ao assumir, o novo presidente pediu à plateia que mantivesse silêncio por um minuto em memória às vítimas da tragédia de Brumadinho.

Em cerimônia realizada na noite dessa segunda-feira (4), o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) empossou seu novo presidente, Claudio de Mello Tavares, que ocupará o posto durante o biênio 2019-2020. A vice-presidente Institucional da AMB e presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj), Renata Gil, participou do evento e foi elogiada por ele, em seu discurso.

“Os magistrados também são cidadãos, servidores do povo. A função judicante é solitária. O exercício da Magistratura é uma função essencial para a República e imprescindível para a cidadania. Vale destacar aqui a independência dos juízes no exercício da judicatura em meio a ruídos de pressões políticas e da opinião pública. Registro ainda o esforço da magistratura para colocar o serviço jurisdicional em dia com a sociedade e o papel fundamental da Amaerj, nossa associação, no fortalecimento do Poder Judiciário”, afirmou o desembargador.

Também foram empossados os desembargadores Bernardo Moreira Garcez Neto (corregedor-geral da Justiça), Reinaldo Pinto Alberto Filho (1º vice-presidente), Paulo de Tarso Neves (2º vice), Elisabete Filizzola Assunção (3ª vice) e André Gustavo Corrêa de Andrade (diretor-geral da Emerj).

Na mesa de autoridades, também estavam os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Antônio Saldanha, Luis Felipe Salomão, Marco Aurélio Belizze e Paulo de Moura Ribeiro; o cardeal-arcebispo do Rio de Janeiro, D. Orani Tempesta; o corregedor nacional da Justiça, Humberto Martins; e o deputado estadual André Ceciliano, presidente da Assembleia Legislativa. Ainda participaram da solenidade autoridades como o governador, Wilson Witzel; o senador Fernando Collor de Mello; o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux; e o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha.

Ao assumir, o novo presidente pediu à plateia que mantivesse silêncio por um minuto em memória às vítimas da tragédia de Brumadinho. “Nossa administração estará voltada para a agilidade e a eficácia da prestação jurisdicional, com dedicada atenção aos processos judiciais e administrativos eletrônicos. Asseguramos também o empenho da Corte em cumprir as metas do Conselho Nacional de Justiça. A sociedade espera do Judiciário uma atuação firme e serena”, afirmou.

Publicado em 5 de fevereiro de 2019

Perguntas Relacionadas

Confira as vantagens

Cadastrados no Portal Justiça podem ter seu perfil profissional. Com um endereço exclusivo jurista.me/seunome. Seu perfil servirá para você ser encontrado por possíveis clientes através do Portal Justiça. Nele é possível informar suas áreas de atuação, mostrar sua trajetória, adicionar informações de contato e muita coisa ainda está por vir!

Para quem não é jurista, pode retirar suas dúvidas com os juristas do Portal Justiça na seção de perguntas.

Além disso, juristas terão acesso a notificações em Diários da Justiça sem nenhum custo. Para mais informações clique aqui

Temos muitas novidades ainda por vir, cadastre-se para receber notificações dos nossos lançamentos.

Abaixo um exemplo de como pode ficar seu perfil profissional no portal justiça:

Clique aqui para fazer o seu cadastro