Reeleito à presidência do IBA, Rafael de Menezes faz balanço de sua última gestão

Ao final do relatório, revelou alguns dos temas tratados durante as reuniões de trabalho.

Eleito, no último mês, de forma unânime pela União Internacional de Magistrados (UIM) para mais um biênio à frente do grupo Ibero-Americano (IBA) e a vice-presidência da UIM (cargo em que ocupa em nome da AMB), o juiz brasileiro Rafael de Menezes conclui sua última gestão com um balanço das atividades realizadas.

“Tem sido uma experiência de muita responsabilidade e aprendizado este trabalho no comitê da presidência da UIM. Muito obrigado”, disse o magistrado no início do Boletim. Ele aproveitou para saudar o novo presidente da UIM, Tony Pagone (Austrália); e o 1º vice-presidente, José Igreja Matos (Portugal), além de parabenizar o francês Christophe Regnard, que deixa a presidência da União.

Ao abordar o trabalho realizado pelo grupo em relação aos diversos países com quem mantém parceria, Rafael de Menezes citou a atuação em Marrocos, Bolívia, Equador, Guatemala, Costa Rica, Peru, Chile e Porto Rico.

O presidente do IBA aproveitou a retrospectiva dos últimos dois anos para anunciar que a Assembleia Geral de 2019 será realizada, pela primeira vez, na Ásia, na capital do Cazaquistão, Astana. O evento ocorrerá de 22 a 26 de setembro.

Ao final do relatório, revelou alguns dos temas tratados durante as reuniões de trabalho, o Uso das mídias sociais por juízes: a rede global de integridade judicial das Nações Unidas;  e Declaração de Doha: as Nações Unidas promovem em todo o mundo uma cultura de legalidade através da Declaração de Doha, com vistas à Reabilitação de Prisioneiros e Prevenção à Criminalidade entre jovens por meio dos Esportes.

Acesse, aqui, o Boletim na íntegra

Leia matérias relacionadas:

Rafael de Menezes é reeleito vice-presidente da UIM no Marrocos

Em Marrocos, integrantes da diretoria da AMB são eleitos presidente e vice de comissões de estudos da UIM

Publicado em 5 de novembro de 2018

Perguntas Relacionadas

Confira as vantagens

Cadastrados no Portal Justiça podem ter seu perfil profissional. Com um endereço exclusivo jurista.me/seunome. Seu perfil servirá para você ser encontrado por possíveis clientes através do Portal Justiça. Nele é possível informar suas áreas de atuação, mostrar sua trajetória, adicionar informações de contato e muita coisa ainda está por vir!

Para quem não é jurista, pode retirar suas dúvidas com os juristas do Portal Justiça na seção de perguntas.

Além disso, juristas terão acesso a notificações em Diários da Justiça sem nenhum custo. Para mais informações clique aqui

Temos muitas novidades ainda por vir, cadastre-se para receber notificações dos nossos lançamentos.

Abaixo um exemplo de como pode ficar seu perfil profissional no portal justiça:

Clique aqui para fazer o seu cadastro