Presidente da ENM participa do XLVII Copedem e recebe medalha de honra em homenagem a desembargador Antônio Rulli

Na programação foram apresentados dois painéis interessantes para os juristas.

O diretor-presidente da Escola Nacional da Magistratura (ENM), da AMB, Marcelo Piragibe, acompanhado pelo coordenador pedagógico da entidade, desembargador Caetano Levi Lopes, e do coordenador da ENM Marcos Alaor, participou, nessa sexta-feira (6), do encerramento do XLVII Encontro do Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura (Copedem), no Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJTO), que debateu sobre o aperfeiçoamento das melhores técnicas e métodos de ensino nas escolas de magistratura, e a importância do ensino em EAD.

Na programação, foram apresentados dois painéis: “Formação EAD em Direito Fundamental à Saúde e Sistema Suplementar”, apresentado pelo doutor Luiz Felipe Conde, do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IIES); e “Metodologias Ativas em EAD”, apresentado pela especialista Ritze Pereira Fenaz da Costa, do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG).

Na ocasião, os integrantes da ENM, Marcelo Piragibe, Caetano Levi Lopes e Marcos Alaor, entre outros diretores de Escolas da Magistratura foram agraciados com a medalha comemorativa aos 15 anos da Escola Superior da Magistratura Trabalhista (Esmat) em homenagem póstuma ao desembargador Antônio Rulli Júnior, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), falecido em janeiro deste ano. O magistrado era membro da Secretaria de Assuntos Internacionais da AMB e presidente do Colégio Permanente de Diretores de Escolas Estaduais da Magistratura (Copedem).

A medalha foi instituída na Resolução nº 188, de 18 de março de 2018, do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJTO), em homenagem ao desembargador Rulli, que presidiu o Copedem. O Colégio reúne periodicamente todos os diretores de Escolas da Magistratura Estadual do Brasil. Receberam, ainda, a honraria pessoas que colaboraram com a Esmat e com o aperfeiçoamento do Poder Judiciário do Brasil.

Publicado em 9 de abril de 2018

Perguntas Relacionadas

Confira as vantagens

Juristas cadastrados no Portal Justiça podem ter seu perfil profissional. Com um endereço exclusivo jurista.me/seunome. Seu perfil servirá para você ser encontrado por possíveis clientes através do Portal Justiça. Nele é possível informar suas áreas de atuação, mostrar sua trajetória, adicionar informações de contato e muita coisa ainda está por vir!

Além disso, juristas terão acesso a notificações em Diáros da Justiça sem nenhum custo. Para mais informações clique aqui

Temos muitas novidades ainda por vir, cadastre-se para receber notificações dos nossos lançamentos.

Abaixo um exemplo de como pode ficar seu perfil profissional no portal justiça:

Clique aqui para fazer o seu cadastro