AMB se organiza para projetos de interesse da magistratura no Congresso

Será realizado no dia 1º de fevereiro, em Brasília um “Ato pela valorização da magistratura e contra a reforma da Previdência”.

O presidente interino da AMB, Nelson Missias de Morais, tem atuado para contribuir com a organização do “Ato pela valorização da magistratura e contra a reforma da Previdência”, que ocorrerá no dia 1º de fevereiro, em Brasília (DF).

Desta forma, para dar início as atividades do ano, Nelson Missias reuniu-se na manhã desta quarta-feira (10), na sede da AMB, com o presidente da Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis), Maurício Torres Soares; o vice-presidente Administrativo da Amagis, desembargador Alberto Diniz; e o desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Octavio Augusto de Nigris Boccalini.

Nelson Missias afirmou que “todo esse trabalho está sendo realizado por orientação do presidente da AMB, Jayme de Oliveira. Temos plena consciência de que teremos um primeiro semestre de muito trabalho no sentido de evitar a violação dos direitos e prerrogativas da magistratura”.

De acordo com o presidente da Amagis, Maurício Torres Soares, “apesar do recesso parlamentar, as associações precisam manter-se preparadas para enfrentar os projetos que retornarão às pautas em fevereiro”.

Publicado em 10 de janeiro de 2018

Perguntas Relacionadas

Confira as vantagens

Juristas cadastrados no Portal Justiça podem ter seu perfil profissional. Com um endereço exclusivo jurista.me/seunome. Seu perfil servirá para você ser encontrado por possíveis clientes através do Portal Justiça. Nele é possível informar suas áreas de atuação, mostrar sua trajetória, adicionar informações de contato e muita coisa ainda está por vir!

Além disso, juristas terão acesso a notificações em Diáros da Justiça sem nenhum custo. Para mais informações clique aqui

Temos muitas novidades ainda por vir, cadastre-se para receber notificações dos nossos lançamentos.

Abaixo um exemplo de como pode ficar seu perfil profissional no portal justiça:

Clique aqui para fazer o seu cadastro